sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Pia e espelho

O espectador vê apenas uma parte da saleta e a porta aberta do banheiro, pia e espelho pequenos. Início da cena: um jovem organiza e limpa seu espaço de trabalho na saleta. Conhece bem todos os objetos que vai dispondo numa organização rápida e resoluta. Ajeita todas as coisas, com método e ritmo. Atrás do jovem, o que o espectador vê informa que o banheiro está impecável. Na mesa, papéis, alguns livros, porta-retratos, canetas, cartas, clips. Há lugar certo para cada objeto que é tocado. Em poucos minutos, o ambiente está organizado. O jovem se desloca para o banheiro. Não fecha a porta. O espectador agora vê apenas o espelho e a pia, limpos. A câmera desce e ajusta o close para o chão, muito limpo também. Aos poucos uma mancha vermelha vai tomando a superfície. Então, o chão do banheiro fica totalmente coberto de sangue.Corte.

14 comentários:

Anônimo disse...

Que horror!! Texto sem nexo e sem reflexo.

Alaor Ignácio disse...

Alô, Eliana,
show a sua cine-crônica!O roteiro da morte, passando pela higiene, é demais. Meio paradoxo de uma vida, que se supõe, então, suja.
Adorei seus escritos e visitarei sempre o seu blog.
Bom feriadão,
Alaor Ignácio

Eliana Mara Chiossi disse...

Anônimo,
sabe, foi a primeira vez que alguém esculhambou um texto por aqui, assim.
E é estranho que eu achei engraçado... Mas é uma lição, também... Que gosto não se discute.
Não sei se tem nexo ou reflexo...
Eu gosto...
E tudo bem se você achou um horror!

Eliana Mara Chiossi disse...

Alaor,


adorei esta descrição: "cine-crônica".
A idéia é fazer uns esboços/estudos, a partir de algumas cenas de filme...
Ainda me falta um jeito de descrever, como se fosse roteiro, sem pesar nos termos técnicos...
Gostei muito da sua visita.
Bom presente para o feriado. Bom feriado pra você também! Bj

rm disse...

Baianinha,
sei que você detesta "barraco", mas não posso deixar de responder ao comentarista que se esconde no anonimato:

Que horror!! Comentário idiota e janota.

Eliana Mara Chiossi disse...

Rmzinho,

você está completamente enganado a meu respeito!!!!!!
O que eu detesto é quando você some!


Beijinhos!

LÍVIA NATÁLIA disse...

Bom, vou dar mesmo importância ao texto, que é o que interessa: bem pensado, cena ótima, descrição sensível.

Celine Ramos disse...

Bem cortado!

Flor, preciso de recortes em minha vida, para tomar um café com vc. Com todo tempo que merece.

Lidi disse...

Adorei, Eliana. Gosto muito do que você escreve e como você escreve. Apenas te daria uma sugestão. Se você quiser, claro, te falo depois.

P.S: Horror é uma pessoa perder tempo para comentar um texto do qual não gostou. Falta do que fazer!

Gerana Damulakis disse...

O comentário de Alaor disse muito bem: uma cine-crônica. Maravilha!

Andréia M. G. disse...

Adorei a cine-crônica. Como sempre encontro aqui grandes "aulas" de escrita, pena que nem todos tenham sensibilidade para perceber. Bj!

Marcelo Nascimento disse...

É muito difícil descrever o que sinto ao ler "Pia e espelho" é muita estranhesa, gosto muito da amabilidade com que você nos apresenta uma cena que poderia chocar.


Minha querida faltam apenas 5 dias,
o Grupo Concriz te espera de braços abertos

Bernardo Guimarães disse...

fiquei com a respiração suspensa por intermináveis minutos. corte! cine-crônica bárbaro/a. lição de cinema,lição de crônica.

Pierre C. Cortes disse...

Que loucura!
Amei.
Suspense.
É inesperado que desta limpeza surja tanto sangue.
Dá nos nervos.
Ótimo, como sempre.
Beijos.