quarta-feira, 11 de março de 2009

Madrugada

Se ele dorme, deixo de existir. Há um homem nos meus sonhos. E ele dorme na floresta encantada. Está deitado na cama de vidro. Plácido e distante. A duração do sono deste homem é equivalente a duração da morte, aquela que será um dia minha realidade. Ainda que exista uma réplica do que sou povoando os sonhos, serei sempre, nos sonhos, apenas fragmentos irreais e desconexos. E assim que ele despertar, uma parte do que sonhou estará esquecida. Se ele dorme, eu viajo. E chego até uma terra longínqua. Nesta terra, deito-me na grama verde e artificial. Olho para o céu e fico cega diante da luz intensa do dia de amanhã.

11 comentários:

Magno Rocha disse...

Talvez nesse dia de amanhã, numa manhã como todas as outras até então, do sono acordem o que dorme e a que sonha. E, juntos, os dois dançarão novos e mais novos sonhos nas nuvens, nos céus, nos pontos estrelas que unem o universo... O universo do talvez...

Quem sabe amanhã... Quem sabe se de manhã...

***

Gostei do seu blog! Gostei de suas palavras...

Seguindo... Suas inspirações...

Abraços!

Magno
http://selvabrasil.blogspot.com/

Calila das Mercês disse...

Lindo isso...
Faz eu pensar bastante sobre os meus sonhos!

Deixei a resposta pra você lá no Cafezinho...

Beijão
Saudações

Eduardo P.L disse...

Eliana,

respondendo sua pergunta no blog do Jorge ( Expresso da Linha) sobre como fazer para se inscrever e participar da TERTULIA VIRTUAL dia 15 ( todo mês, com um tema diferente), é muito simples: basta ir à Central de Relacionamento da TERTULIA e colocar seu nome e link no Mister Linky´s que estará aberto a partir do dia 13 excepcionalmente, por cair num fim de semana!
O link da Central é:

http://tervirtual.blogspot.com/

Bons DESEJOS e participe sempre!

Bjs

rm disse...

Essas cartas de amor estão muito boas, mas muito pouco ridículas (apesar de toda carta de amor ser, necessariamente ridícula).

Sugiro que mude a etiqueta para: "Cartas de amor quase ridículas."

Anônimo disse...

Meu...amor! Este espaço te tempo entre o acordar de um e despertar do outro está me enlouquecendo...pior, agora veio a febre, a dor e...cadê?

Eliana Mara Chiossi disse...

Você pediu? Pra mim é uma ordem.
Acho que você é o Síndico do Mundo.

Beijos

Muda na próxima postagem...

Tão bom quando não estamos em divergências...rsrsrs

Denise do Egito disse...

Eliana
Não sei o que me deu, mas esse testo me lembrou a Bela Adormecida dormindo placidamente numa caixa de vidro... =)

Ei, rm: adoro o poema de Fernando Pessoa. E concordo com ele: só quem nunca amou é que acham cartas de amor ridículas...rsrs

Eliana Mara Chiossi disse...

Magno, já te disse lá seu cantinho que adorei a recriação. Volte sempre, e façamos assim, recriações mútuas.

Beijinhos



Denise, florzinha,

então, eu acho que eu pensei nisso, veio esta imagem. Na verdade, estou fascinada com contos de fadas e desejando tempo para ler, para estudá-los. Troquei o nome, tá, da etiqueta, por você, por mim e pelo Síndico do Mundo, o Rm, agora são cartas de amor quase ridículas (e inspirada mesmo no Pessoa).

Calila, adoro teu cafezinho e estou sempre indo por lá...

Eduardo, que bom, vou entrar na tertúlia do desejo. Grata pela visita.

E Anônimo, amor vindo de qualquer direção me embriaga. Mande as dores embora. Vamos ao prazer!

Rm, aquilo que te disse ontem no msn, eu traduzi, brincando, mais é sério: você é o meu Tim Maia, o Síndico do Mundo.



Beijos

rm disse...

Elianinha,
também tenho direito aos graves, médios e agudos, não?

Se bem que prefiro os agudos...rss

Denise do Egito disse...

Eliana,
Os contos de fadas são lindos, mas perigosos, você não acha? Quando eu era bem novinha, vivia esperando um príncipe e deixei passar muito namorado bacana..hehehe. Eu era uma boba. Bem... Na verdade, acho que ainda sou um pouco. =)
beijos carinhosos

Eliana Mara Chiossi disse...

Denise, querida,

concordo com você.
E gosto muito do Shrek, porque ele inverte as coisas pra gente se deslocar desse ponto de vista meio cravado no nosso imaginário de meninas (e acho que dos meninos também).
O ogro bonzinho, simpático, bom de cama e de bom humor, supera muito o principezinho metrossexual dos dias de hoje.
Tenho certeza de que teu modo de achar algo de "príncipe" nos homens que valem a pena é que conta hoje.

Beijos e dia lindo pra você!