quarta-feira, 28 de julho de 2010

Permuta

Ganhar na loteria é fácil:
basta escolher os números.
E depois, aguardar em casa
o resultado e a lista de compras.


Achar um amor é fácil:
basta praticar, com insistência.
E depois, inscrever nas árvores
o desenho de sonhos propícios.

Perder um amor é impossível:
um amor depois de descoberto
faz a dança semelhante
das estrelas:

o brilho milagroso da passagem.

4 comentários:

André Setaro disse...

A expressão poética como um desabafo existencial é válida quando há uma linguagem que a expressa e, copiando Drummond, um sentimento do mundo patente.

Ludmila Rohr disse...

perder amor é triste...
é como perder a vida ou o ar que existe nela...
Qdo o amor vai deixando de ser amor..e se transforma em outra coisa...é feio, é chato, mas dói menos..
Mas..perdê-lo qdo ainda é amor...

e qdo é filho que se perde? O que estamos perdendo?

Isa Lorena disse...

Coisa linda..

Í.ta** disse...

perder é sempre mais difícil que ganhar.