domingo, 14 de dezembro de 2008

Aeronave

Didática do amor e lições breves. Tão pequenos e tão disciplinados para aquilo que lhes foi ofertado, me trazem livros explicativos. A estrutura desta residência é a primeira casa da fábula, quando o lobo soprava de leve e a casa se desmanchava. Fios e linhas. Levezas pousadas umas sobre as outras, com insistência. Para comparar e compreender, mudo a escala. Nossa casa de tijolos, resistente às fábulas, parada no ar, sustentando lembranças. Casa habitada de vidros, plásticos, aço, cobre, couro e vime. Lugar de parar, domicílio, abrigo das plantas e insetos velhos. Eles cantam, na minha presença insone. Eles levam e trazem dias novos. Não temem as chuvas nem as geleiras porque conhecem a duração dos vôos.

9 comentários:

Ariane disse...

Apesar de me sentir uma mariposa, têm alguns insetos no meu casulo que não deixam-me em paz! Abraço!

Nadezhda disse...

"quando o lobo soprava de leve e a casa se desmanchava"

Não sei bem o porquê, mas gostei dessa parte ;)

Vieira Calado disse...

Nesta minha 1ª abordagem só posso dizer:
APROVADO!

Beijinhos

Madamefala disse...

Olá queria agradecer a visitinha gentil e dizer que volte sempre as portas estão sempre abertas.

Eu vi tantos lugares que vc é " dona" que fiquei quase sem saber onde ler primeiro...hehehe.
Mas gostei muito do que vi...prometo ler com calmaoutros textos ecomentar porque o comentário é simplesmente o deleite do blogueiro.

super beijos.

Renata Belmonte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renata Belmonte disse...

Muito obrigada pela sua visita! Já coloquei seu link no Vestígios.
Bjs,
Renata

Luciana G. disse...

Fia,
Li, reli.

Pra hoje, só perguntas:

E pra quando sai a coletânea?

E quando, exatamente, aportas nas montanhas?

Beijo grande!

Rogério Saraiva disse...

Eliana,

obrigado pela visita e me desculpe a demora. As pernas não andam no mesmo compasso que o tempo e o tempo corre desesperado assim que me ver acordado pela manhã. Vamos nos falando, irei te enviar um e-mail para combinarmos algo, ok?

Forte abraço.


Ah, adorei seu blog, mais tarde comento.

KiranLaxmiAnand disse...

"Do not fear the rain nor the glaciers because they know the duration of flights"
An interesting thought indeed.

Hope all is well on the other side
/Kiran