quarta-feira, 7 de maio de 2008

Clareira

Reunião de gritos e passos. Assembléia orquestrada na noite. Giros de insetos. Dança dos répteis. Vôos incendiados de beleza e sustos. Só quando amanhece reconheço. Verde.Verde.Verde.Verde. Explosão (vermelho). Verde. Verde. Verde. Alegria (vermelho). Verde. Verde. Verde. Dor (vermelho). Verde. Verde. Verde. Verde. Mágica (vermelho). Verde. Verde. Verde. Diferença (vermelho). Verde. Verde. Verde. Verde. Mesmo. Verde. Verde. Verde. Desordem (vermelho). Verde. Verde. Verde. Verde. Exuberância e tudo é vermelho.

4 comentários:

anarresti disse...

:D que arritmia cromática!
feérico e intenso. e musical.
abraço.

Celine disse...

Vermelho, vida.
:)

Eliana Mara disse...

Celine, doçura.


Beijos

Eliana Mara disse...

Anarresti:

gosto do teu baú de guardados.
Tem vermelhos por lá.

Abraço.