segunda-feira, 17 de março de 2008

Gêmeas

Complementares. Oferecendo bens para consumo imediato e bens para consumo futuro. Eles, acenam e pedem autógrafos. Chamam nossa atenção com delicadezas inventadas. Não é fácil agradar a duas senhoras ao mesmo tempo. Então, servos confusos, perdem uma e outra, alternadamente. Nos cabelos, exibimos trigo e jabuticaba, variação de tons e nacionalidades. Eles nos sonham. Eles acordam e nos procuram. Há horas saímos pela estrada, sem deixar vestígios.

7 comentários:

rm disse...

Fáceis? Ô louco, heim? Não quero nem conhecer as difíceis, então...

Mr. Almost disse...

Bem: acredito que, mesmo sendo gémeas, haverá sempre um sinal distintivo porque todos somos únicos; E que haverá sempre um vestígio, por mais ínfimo que seja.

Beijos.

Eliana Mara disse...

RM

Ah, se você prestar bem atenção elas são fáceis. Mas tem que ler atentamente aquele manual.
Beijos

Eliana Mara disse...

Mr. Almost:

o fato de serem gêmeas talvez seja assim, como são vistas à primeira vista. Eu confio que essas gêmeas prezam seus distintivos. Me parece que ambas têm faca nas botas (eu imagino que sejam botas de salto alto!).
Beijos transatlânticos.

rm disse...

Pô baianinha-poeta,

detesto ler "manuais", entre outros aspectos, por comumente serem muito mal escritos...

Assim, tenho preferido ligar os "eletrodomésticos" e já sair usando. Você acha que eu vou me estrepar? Ah, já estou acostumado...

Amèlie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amèlie disse...

Fiquei tão feliz quando me disse que fez este post pensando em moi.


As idéias concatenadas são de uma precisão quase que cirúrgica. E detalhes, ah, sempre existirão os divinos detalhes!

E eu leio com fome, ouvindo o fim da chuva caindo lá fora! Parou agora, de chover!


Beijos muitos.