sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

NOITE FELIZ



INVENTARAM O NATAL. E A ÁRVORE CRESCEU NA MINHA MEMÓRIA. RARAS VEZES A ÁRVORE FOI GENEROSA NA FAMÍLIA POBRE ONDE NASCI. E A CRIANÇA QUE EU ERA APRENDEU A SER FAMINTA DE COISAS DISTANTES. 
O NATAL PODE SER DOLORIDO QUANDO UMA CRIANÇA NÃO TEM EXPLICAÇÕES SOBRE A FALTA. NENHUMA CRIANÇA PODE ENTENDER A ÁRVORE ALHEIA, REPLETA. MAS CRESCEMOS. E SE TUDO DÁ CERTO, ATENDEMOS OS PEDIDOS DAS CRIANÇAS NOVAS QUE CHEGAM. TODO NATAL, FICO PERTO DAS CRIANÇAS DE ÁRVORES QUIETAS. SE DOU UMA MIGALHA PARA A CRIANÇA QUE DESCONHEÇO, A QUE ME PEDE ALGO NA RUA, ESTA MIGALHA NÃO É NADA ALÉM DE UMA LEMBRANÇA DE QUE ESTOU ALI TAMBÉM, NA HISTÓRIA DA CRIANÇA QUE PEDE. EU, AGORA CRESCIDA, OLHO A CRIANÇA QUE FUI, E SONHO COM ÁRVORES DIÁRIAS.

5 comentários:

Blog do Akira disse...

Felizes Natais diários, tia. Um grande abraço para voce e sua família.

Pierre C. Cortes disse...

Lindo, lindo, lindo.
Amei, como sempre.

Beijos e muita árvores para nós.

Nilson disse...

Essa tal de noite feliz é mesmo controversa. Mas fazer o que? Desejá-la?

Chorik disse...

Li, com esse texto-testemunho você me fez chorar, sabia?

Um ótimo 2011 pra você e pra toda a família.

Bj

Frida disse...

Eu concordo com vc, Natal não é para todos, eu fiz um post no meu blog criticando o mundo consumista da sociedade moderna.A sociedade capitalista é muito excludente, pensar que no Natal tem criança sem o que comer, é muito triste e faz a gente repensar a vida. beijos.