segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Coleção e persistência

Objeto inclassificável, esta nuvem, prévia de chuvas, meio peso, quase leveza, esta floração, este anel, a geografia e ventos, caracóis, eu.


Objeto inclassificável, esta música, barco para navegações improváveis, esta dança sobre águas, o gesto do messias, os animais e a arca, eu.


Objeto inclassificável, este filme, o quadrado e as histórias, esta fábula, a mesa posta, esta noite inacabada, o deserto e mil chuvas, eu.


Objeto inclassificável, esta fruta, e seu tempo breve, instalação fugaz, esse canto, a passagem, essa ponte e travessia, fuga da doçura, eu.


Objeto inclassificável, esta asa, hora do parto, alegria do abismo, disparada, este risco no céu, o milagre, suspensão da medida, o vôo, eu.


Objeto inclassificável, esta hora, fim de tarde, pássaros escondidos, início do infinito, anúncio de amanhã, esta tarde, noite em breve, eu.


Objeto inclassificável, esta bola, o campo verde, homens desiguais, esta dança, os gritos, diferenças transversais, esta guerra, o amor, eu.


Objeto inclassificável, esta pedra, superfície do conflito, tempo parado, musgo e líquido, o não, a violência breve, suspensão, bálsamo, eu.


Objeto inclassificável, estes pés, andarilhos, aos pares, em pensamento e gesto, estes pés, suas dores, linha reta ou imprevistos, ágil, eu.


Objeto inclassificável, esta música, linha percussiva de júbilo e glória, um túnel, o medo, salvação, os acordes, nesta borda, o ofício, eu


Objeto inclassificável esta noite, uma vespa e a dança, esta noite, os gestos e o palco, decisão, mar dentro da árvore, e a casa branca, eu.


Objeto inclassificável este vidro, asfalto breve da alma, este vidro, um triz e vento, aos tropeços, este vidro, no endereço das cartas, eu.


Objeto inclassificável esta casa, caixa mar e árvore, arranjo de urgências, esta casa, um bosque e brumas, a estrada, a mesa, esta casa, eu.


Objeto inclassificável, esta árvore, folhas em assembléia, este caule, fé ainda, este abrigo, esta árvore, céu país de nuvens, este vôo, eu.


Objeto inclassificável, este mar crispado, lírio insone, este mar de algumas plantas, donzelas, vícios, este mar, gritando, água viva, eu.


Objeto inclassificável, esta caixa sonora e irregular, esta caixa de nervos e algum sangue, esta caixa que sente e se perde, esta caixa, eu.

3 comentários:

M.M.Soriano disse...

Um belo texto, cheio de imagens e fotografias psicológicas.
Gostei muito.
Como sugestão: diagramação menos comportada... Separada em blocos que começam com "Objeto inclassificável" e terminam com "eu"...
Adorei a levada industrial do ritmo e as imagens clipadas... Uma música? Qual?

Bjs

Eliana Mara de Freitas disse...

Soriano, me ajuda a diagramar???
Sei fazer isso não, mas gosto da idéia... Pois é, com música, pensei agora, seria uma "coleção visceral".
Qual?

Nilson disse...

Massa! Dá música, sim. Inclassificável, talvez...