quarta-feira, 7 de abril de 2010

Aula de mutismo

Gosto da chuva
que posso ouvir
daqui do meu quarto.

Há pássaros
que me dizem
a hora exata em que
o dia começa.

Olho para este relógio quebrado,
exibindo, sem gestos,
a reconciliação.

Preciso deste relógio,
imóvel
e sem conflitos.

Objeto adequado,
agora,
pronto para agir.

3 comentários:

Andréia M. G. disse...

Continuo por aqui... acompanhando seus escritos. Sempre divinos. :-)

Thiago Sacra disse...

Professora...
sou seu mais novo admirador, gosto da leveza com q trata as apalvras..

Muito bom, grande beijo!

Maria Muadiê disse...

Eliana,
prabéns não tem atrasado, tô recebendo o seu de coração!

Mete bronca no meme...o japa é demais!
Um beijo,