sexta-feira, 11 de julho de 2008

A viagem de Lídia - parte 4


Lídia está folheando, com vagar, uma revista masculina. Tem um pensamento novo. Considera que a livraria tem um acervo moralista. Procurava por uma revista erótica, mas só encontra revista para homens, com mulheres nuas, em pose quase artísticas. Balela, diz Lídia, se pudessem, alguns homens desejariam ver órgãos vitais femininos. Lídia diz essa frase em voz quase alta e parece que foi outra mulher que o fez. Ri do seu evidente progresso. Então, sente uma pressão de outro corpo. E Lídia sente a pressão de um corpo cujo pênis está ereto. Em voz muito sensual, Marcos aperta Lídia, que está no fundo da livraria. Ele diz: preciso muito falar com você. Lídia vira-se, cenho cerrado e diz: vai me largar agora ou vou chamar o segurança? Marcos está visivelmente alterado. Olhos de desejo misturados com olhos marejados. Implora, ameaça fazer um escândalo. Lídia pensa consigo mesma: lá vamos nós. Marcos e Lídia saem da livraria. Sentados numa das poltronas do aeroporto, Marcos implora, quer conversar com ela. Pelo menos mais um café. Marcos está ficando comovido. Há uma lágrima visível rolando pelo rosto de Marcos. Lídia faz uma concessão. Mantém-se firme, apesar de uma agitação íntima. Decide dar a ele dez minutos: Marcos, você tem dez minutos a partir de agora. Pegue seu relógio de exibição e cronometre. Lídia faz os cálculos, e tira uma média entre o pênis ereto e a lágrima furtiva de Marcos. Sentam-se e Lídia encontra novo conforto no espresso. Ouve uma síntese atropelada e inverossímil da tragédia familiar: perdeu a mulher e duas filhas num acidente, onde só ele saiu vivo. Lídia está entediada com a história mirabolante mas expressa condolências. Faz gestos compassivos. Marcos esboça um choro. E com a voz embargada, ouve Marcos dizer: Lídia, você é igualzinha a minha mulher. Lídia faz cálculos. Há atrasos por todo o aeroporto. Seu vôo está previsto para dali a seis horas. Marcos também tem tempo. Antes dos últimos segundos que disponibilizou, ela diz, categórica: Marcos, meu bem, vamos a um hotel próximo daqui. Você paga todas as despesas. Eu te dou três horas. Faz uma pausa estratégica. Aproxima o seu rosto do rosto de Marcos. Deixa a boca semi-aberta, indicando excitação, mordisca a parte de trás da nuca de Marcos. Passa a mão pelos cabelos macios e toca de leve a sua orelha. Enquanto isso, com a outra mão, aperta levemente seu pênis. E encerra a conversa, dizendo baixinho, quase sussurando, numa voz melosa e sensual: Marcos, meu macho, faz o que quiser comigo, meu bem. Eu sou toda sua. Marcos está perplexo. Levanta-se. Pega uma das mãos de Lídia. Ela estaca. Faz Marcos parar e diz: Marcos, a partir deste minuto, cronometre.

15 comentários:

Anônimo disse...

uau!!!!! ,exitante

rm disse...

Falando sério?
Tá muito bom e escrever não é mesmo coisa para amador...

Agora avacalhando: 2 horas, 59 minutos, 59 segundos; 2 horas, 59 minutos, 58 segundos...

MARCOS ROCHA disse...

Oi, Eliana:

Esse xará aí não está, até agora, com aquela pegada forte que os Marcos geralmente têm...
rs rs rs
Se fosse comigo, a primeira já teria acontecido em pé, mesmo, no banheiro do Café Expresso ou do próprio aeroporto ... rs rs rs
Melhore a performance desse xará, caso contrário vou lhe pedir para trocar o nome do machinho sem pegadinha...

Mais rs rs rs

Aliás, gargalhadas mil...

MR
11/7 - 14:35

Celine disse...

Muito bom. Lidia está cada vez melhor. Acho que ela está com um homem certo para o seu primeiro jogo.
Primeiro, hein?

beijos

rm disse...

Ei Elianinha.

O quê estou fazendo acordado até agora? Sei lá! Já devia estar dormindo faz tempo...

Mas o fato é que vou sugerir a troca de nome do personagem Marcos (rsssss). Veja, o decanão já foi casado umas 18 vezes, tem uma reputação a preservar, consta até que já jogou um bolão num passado remoto (rssssssss)...

De outro lado, a autora narrou uma viagem para o outro lado do Atlântico, não se sabe ao certo a cidade, mas claro que poderia ser uma cidade de Portugal. Como você dedicou o primeiro episódio ao Mr Almost, quem sabe não seria apropriado mudar o nome do gajo para... Pedro!!!

(Agora o portuga me pega de porrada, rsssssssssssssss)

Mr. Almost disse...

Well, well, well... Divertindo-se, hein?

RM, sou da paz. O nome "Marcos" está certíssimo!

Já devia saber que todos nós falamos de assuntos que ocupam a nossa mente. Um exemplo? A Eliana escreve sobre viagens e aeroportos, porque vai viajar. Naturalíssimo.

E agora, que acabo de ler "Marcos está perplexo. Levanta-se. Pega uma das mãos de Lídia. Ela estaca. Faz Marcos parar e diz: Marcos, a partir deste minuto, cronometre.", não pude deixar de lembrar o post que Marcos - o autor do Plano Geral - fez sobre a ejaculação precoce. "Conometre": Vai ser bem rapidinho!

rm disse...

Putz, Mr Galego!

Como diz a Maroca, cê tá podendo, heim? Meu caro, 3 horas de fuque-fuque e você ainda fala que vai ser rapidinho? Rapaz... essa impressionou até o mineirim...

(rsssssssssss)

Mr. Almost disse...

RM,

Creio que não entendeu... A Lídia é que disse que ia dar durante três horas; Mas o Marcos vai desiludir... Tô achando que aquele post do Plano Geral sobre assuntos precoces não aconteceu à toa... Rs rs rs...

rm disse...

Mr Caboclo,
você que não entendeu... Estava querendo era preservar a integridade física do decanão... Essa Lídia parece estar como água morro abaixo e fogo morro acima...

De todo modo, a palavra está com o mais aerado...

(rsssssssss)

MARCOS ROCHA disse...

Oi, Eliana, RM e Mr. Almost:

Vocês resolveram usar esse Marcos da ficção, esse amante pinto-murcho da Lídia, para pegar no pé deste xará aqui, que é testado e aprovado, né?

Tenho mais horas de cama que urubu de vôo... rs rs rs

Tá, tô sacando... Se fizerem novas ilações da minha imagem com o xará da bandeira a meio-pau desta "Viagem de Lídia", ambos correm o risco de serem processados por injúria, calúnia, difamação e otras cositas más... rs rs rs

Abraços, línguas venenosas...

MR
14/7 - 17:34

leve&solto disse...

Três horas???? rsrs

RM, vc tem razão!!! Poderosíssimo!!


Quem é Pedro??? rsrs

Bjs

Mara

Carolina disse...

Muito lindo...me faz sentir um pouco melhor...
Deixa eu fazer uma pergunta...estava lendo o blog da Amelie, mas este agora é somente para convidados, será que eu poderia ter esse privilégio??? rsss

Até breve!!!

Eliana Mara disse...

Meninos Maluquinhos:

Isso é covardia!!!!
Estou num congresso, aqui na USP, em São Paulo... Um congresso chatíssimo, diga-se de passagem...
E estou sem tempo de escrever no Mundo. Entrei numa lanhouse agora e li os comentários de vocês (e estou recebendo emails de mulheres me dando dicas sobre a trajetória de Lídia) e não posso continuar a saga de Lídia.
E olha, que com tanta sugestão, os episódios seguintes vão esquentar...
Estou, como diz minha querida Amélie, me contorcendo de rir - discretamente é claro, para que a mocinha da lanhouse não descubra que sou maluquinha também...)
Beijos carinhosos nos três, ...

Eliana Mara disse...

Carolina,

você é super bem vinda e as inscrições estão de fato sempre abertas.
Beijos

Celine disse...

Florzinha..
Volta, tô com saudades de vc!