domingo, 17 de julho de 2011

O domingo

A chuva cai e não deixa opção para a calçada. A chuva cai e a roupa pendurada se altera. A chuva cai e encharca, alaga, inunda. Mas esta operária da perfeição, ao cair, lava. E tudo se renova. Ainda que reste, ao final da mistura do trabalho da chuva e dos entulhos antigos, uma lama feia e incômoda. A chuva cai e faz a lavagem sistemática. O que se agrega ao seu trabalho são seus ossos. E todas as covas abertas podem ser poços sem tamanho.

2 comentários:

Celine Ramos disse...

A chuva vai, e tudo passa (seca).

Lidi disse...

Precisa que uma chuva me lave (leve). Urgentemente. Bjs